Homem com H maiúsculo

Homem com H maiúsculo
Por que o homem é a maior obra de arte

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Vocês conhecem Alan Turing?


Até que ponto a sexualidade de uma pessoa pode fazer com que ela seja “punida” em seu ambiente de trabalho? Muitos de nós, adeptos do amor que não ousa dizer o nome não sabemos, mas o pai da computação é Alan Tuning. Este genial matemático inglês, apesar de sua grande contribuição para a ciência moderna, foi condenado pels sociedade britânica em 1952 por sua homossexualidade. Suicidou-se dois anos depois com apenas 42 anos.
Nascido em Londres em 23 de junho de 1912 (teria completado 100 anos no último sábado), Alan Turing é considerado um dos principais cientistas da computação e tido como um dos responsáveis pela formalização do conceito de algoritmo, tendo desempenhado um papel fundamental na criação do computador moderno.
Apesar de ter estado envolvido com a área de espionagem durante a maior parte de seu trabalho, sua consagração se deu aos 24 anos, com a projeção de uma máquina capaz de fazer operações matemáticas. Demonstrando de que maneira um sistema automático poderia manipular símbolos de um sistema de regras, a “máquina de Turing” indicou que sistemas complexos poderiam ser construídos. Este e outros projetos fizeram com que Turing ficasse conhecido como o pai da ciência da computação.
Seu amplo conhecimento sobre área fez com que trabalhasse para o serviço de inteligência britânico durante a Segunda Guerra Mundial, onde atuou em um centro especializado em quebrar códigos. Ainda durante a Segunda Guerra, Turing foi responsável por liderar o projeto que resultou no computador inglês Colossus. Utilizando símbolos perfurados em fitas de papel, o equipamento processava a uma velocidade de 25 mil caracteres por segundo e sua missão era quebrar códigos alemães ultrassecretos.
Turing também foi chefe da seção responsável pela criptoanálise da frota naval alemã, chamada de Hut 8. No período pós-guerra, desenvolveu o ACE, um dos primeiros projetos para um computador de programa armazenado. Já nos Estados Unidos, trabalhou em um projeto de transmissão de dados transatlânticos de forma segura.



Entre os seus mais conhecidos projetos, está o “Teste de Turing”, cujo objetivo era o de testar a capacidade das máquinas em exibirem comportamentos inteligentes. Em um exemplo prático, um juiz era colocado para conversar em linguagem natural (via texto) com um humano e uma máquina criada para não ser distinguível dos homens. Se o juiz não fosse capaz de diferenciar a máquina do humano, a máquina passava no teste.
Aos 40 anos, Turing sofreu um processo criminal devido a sua homossexualidade, ato considerado ilegal no Reino Unido na época. Como alternativa à prisão, submeteu-se ao tratamento com hormônios femininos e à castração química. Dois anos depois, pouco antes de completar 42 anos de vida, Turing foi encontrado morto em sua casa devido a um envenenamento por cianeto. Em 2009, o primeiro-ministro britânico Gordon Brown desculpou-se publicamente em nome do governo pela maneira com que Turing foi tratado após o fim da Guerra.
Turing foi homenageado pela Association for Computing Machinery (“Associação para Maquinaria da Computação”, em Português) com o Prêmio Turing, concedido anualmente para pessoas que se destaquem por suas contribuções fundamentais e duradouras à computação. A premiação é no valor de US$ 250 mil dólares e patrocinada pela Intel. 



Veja, abaixo, o Doodle em movimento:
 v

E vocês, o conheciam? Mais um gênio inglês injustiçado! E muito tempo depois de Oscar Wilde!

Um comentário: