Homem com H maiúsculo

Homem com H maiúsculo
Por que o homem é a maior obra de arte

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Atenção todos: dia 4 de Maio tem julgamento no STF!


O Supremo Tribunal Federal vai julgar no dia 4 de Maio (dia do meu aniversário) dois processos envolvendo a união de pessoas do mesmo sexo. Os ministros deverão analisar a ação direta de inconstitucionalidade (ADI), da Procuradoria Geral da República (PGR), que pede o reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo como entidade familiar, bem como que os mesmos direitos e deveres dos companheiros nas uniões estáveis sejam estendidos aos companheiros nas uniões entre pessoas do mesmo sexo.

Os ministros vão analisar ainda a arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF), do governo do estado do Rio de Janeiro (dá-lhe Cabral!) que alega que o não reconhecimento da união homoafetiva contraria preceitos fundamentais como igualdade, liberdade (da qual decorre a autonomia da vontade), e o princípio da dignidade da pessoa humana, todos defendidos pela nossa Constituição.
É muito provável que algum ministro religioso/conservador mala peça vista, mas, mesmo assim, é uma data importante na luta pelos direitos dos homossexuais. Aguardarei ansiosamente e vou acompanhar tudo pela internet. Vamos torcer e cobrar muito! Não sei por que, mas estou com um bom pressentimento em relação ao STF, apesar do desastre que foi o encerramento do caso da ficha limpa. Meu coração me diz que a hora está próxima...

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Citações do meu mestre indiano



Palavras de Sidarta Gautama, conhecido como Buda.


"Se o desejo, que se aloja na raiz de toda a paixão humana, puder ser removido, aí então, morrerá esta paixão e desaparecerá, consequentemente, todo o sofrimento humano."


"Por mais que na batalha se vença um ou mais inimigos, a vitória sobre si mesmo é a maior de todas as vitórias"


"O ódio nunca desaparece, enquanto pensamentos de mágoas forem alimentados na mente. Ele desaparece, assim que esses pensamentos de mágoa forem esquecidos."

"Tudo o que nasceu vai morrer, tudo o que foi reunido será espalhado, tudo o que foi acumulado terá fim, tudo o que foi construído será derrubado, e o que esteve nas alturas será rebaixado".

"Não acreditem em nada só porque lhes foi dito. Não acreditem na tradição apenas porque foi passada de geração em geração. Não acreditem em nada só porque está escrito nos seus livros sagrados. Não acreditem em nada apenas por respeito à autoridade de seus mestres. Mas em qualquer coisa que, depois do devido exame e análise, vocês vejam que leva ao bem, ao benefício e ao bem-estar de todos os seres."

(A frase acima é fodástika e explica muito bem por que deixei de ser cristão)

"O homem que busca a fama, a riqueza e casos amorosos é como uma criança que lambe o mel na lâmina de uma faca..."

"Um homem será tolo se alimentar desejos pelos privilégios, promoção, lucros ou pela honra, pois tais desejos nunca trazem felicidade, pelo contrário, apenas trazem sofrimentos."

"Não vivas no passado, não sonhes com o futuro, concentra a mente no momento presente."

"Viver apenas um dia e ouvir um bom ensinamento é melhor do que viver um século sem conhecer tal ensinamento."

"O leite fresco demora em coalhar; assim, os maus atos nem sempre trazem resultados imediatos. Esses atos são como brasas ocultas nas cinzas e que, latentes, continuam a arder até causar grandes labaredas."

"A nossa existência é transitória como as nuvens de outono. Observar o nascimento e a morte dos seres é como olhar os momentos da dança. A duração da vida é como o brilho de um relâmpago no céu, tal como uma torrente que se precipita montanha abaixo."


"Não lastimes aos outros o que te causa dor somente a ti."

"Começamos a morrer no momento em que nascemos."

"As boas e más ações que um homem pratica, persegui-lo-ão para sempre como sombras."

"É melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão."

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A FOTO DA SEMANA!!

DONA DILMA E OS BRICs + ÁFRICA DO SUL

E aí, esse bloco vai dar samba?

sábado, 9 de abril de 2011

Vôlei Futuro X Cruzeiro: rivalidade e homofobia no esporte



Vi hoje de manhã um dos jogos de Voleibol mais emocionantes da minha curta vida. Por 3 sets a 2, e de virada, o Vôlei Futuro bateu o Cruzeiro e forçou uma nova partida de desempate em MG na próxima semana. Não que esse tenha sido o primeiro jogo emocionante e disputado que eu vi no voleibol brasileiro. É que esse tem um gosto especial para o público gay e para todos aqueles que abominam a discriminação. Na partida anterior entre os mesmos dois times, Michael, jogador do VF, foi duramente hostilizado pela torcida mineira. Era só ele pegar na bola e todos começavam a gritar "Bicha!", "Bicha!", "Bicha!". Michael, homossexual assumido, sentiu-se perseguido e, com ele, todo o time do VF e também sua torcida compraram a briga. 


Michael

A resposta foi duplamente aplicada em campo: vitória e show da torcida paulista e do time do jogador. Toda a equipe entrou para o jogo com camisetas rosas grafadas com o nome do meia de rede. O líbero da equipe, Mário Junior, não ficou de fora da homenagem ao seu companheiro e jogou com uma camiseta tingida pelas cores do arco-íris, símbolo do movimento LGBT. O público local presente também fez sua parte ao estender uma grande bandeira em homenagem ao jogador e utilizar "bate-bates" na cor rosa. Uma festa bonita e um ponto a favor do direito das minorias. 

Homenagem do líbero Mário Junior ao Movimento LGBT

Camiseta rosa em homenagem ao meia de rede

Não importa quem vai vencer a próxima partida, mas sim que a questão da homossexualidade no esporte chegou, finalmente, à mídia. Creio que todos devem se lembrar do jogador de vôlei Lilico. Por causa de sua homossexualidade, sofreu muito e não teve o menor apoio depois do fim de sua carreira. Morreu quase esquecido. Michael vive em novos tempos. São apenas pouco mais de 10 anos entre aquela época e hoje, uma prova do quanto o movimento gay, mesmo que timidamente, conseguiu muitas conquistas. A manifestação de apoio que ele recebeu não teria ocorrido anos atrás. E, mesmo hoje, jamais teria ocorrido no futebol. Em 2009 eu tive o desprazer de estar no jogo entre Flamengo e São Paulo pelo campeonato brasileiro. Ouvi coisas nojentas da torcida do Flamengo, meu próprio time. Mais do que xingar o jogador Richarlysson, vi pais incentivando filhos a baterem em homossexuais. Uma mãe, próxima de mim, disse pra filha que ele era gay por não ter sido surrado na infância. A menina, risonha, respondeu que uma surra com uma pedaço de maneira iria resolver e engatou o grito de "Veado!" que a massa fazia ressoar em uníssono pelo Maracanã.



Devido a uma cultura machista, o futebol é o esporte, talvez, que mais oferecerá resistência aos gritos de respeito e liberdade que vimos ecoar na partida de vôlei de hoje. Não podemos crer,  ingenuinamente, que a homofobia é cruzeirense. O nosso país, como um todo, que é. Talvez, se fosse ao contrário, se Michael jogasse no time mineiro, poderia ser a equipe paulista a gritar xingamentos homofóbicos. O buraco, portanto, é mais embaixo. Apoio sim uma punição contra a torcida do Cruzeiro. As câmeras podem levar a polícia a identificar os agressores. Poderia virar regra, a partir de agora, a punição por homofobia no vôlei e no esporte em geral. E, o melhor de tudo, a partir de agora, outros gays esportistas profissionais poderiam se sentir mais seguros para assumir sua orientação sexual. Vai nessa Diego Hipólito!